MPT assegura recurso a hospital de Monsenhor Paulo para compra de medicamentos

A unidade do Ministério Público do Trabalho no município (PTM) de Varginha, no Sul de Minas Gerais, assegurou ao Hospital Imaculada Conceição, em Monsenhor Paulo, recursos para a aquisição de medicamentos e insumos para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. O valor de R$2.898,34 foi destinado pelo MPT à unidade, que realiza atendimentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Continue Lendo

Imprimir

Recurso destinado pelo MPT é aplicado na compra de EPIs em hospital municipal de Varginha

Valor de R$ 134.556,73 foi revertido para a aquisição de aventais e máscaras

O Hospital Municipal Bom Pastor em Varginha, no Sul de Minas Gerais, passou a contar com novos equipamentos de proteção individual (EPIs) para utilização por profissionais da saúde. A aquisição de máscaras e aventais descartáveis foi viabilizada pela unidade do Ministério Público do Trabalho (MPT) no referido município, que destinou R$ 134.556,73 à unidade entre abril e junho de 2020 para ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Continue Lendo

Imprimir

No Sul de Minas, MPT destina 1,5 mil máscaras de proteção à Santa Casa de Itanhandu

Órgão vai repassar ainda à unidade mil aventais

Varginha - A Santa Casa de Itanhandu, no Sul de Minas Gerais, vai contar com 1,5 mil máscaras de proteção facial e 1 mil aventais para a utilização de profissionais no atendimento à população. A destinação dos materiais foi viabilizada pelo Ministério Público do Trabalho (PTM) no município de Varginha, por meio de um acordo celebrado com a empresa W Age Confecções Ltda. - M E, estimado no valor de R$ 15 mil. A unidade de saúde presta serviços também pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Continue Lendo

Imprimir

Operação conjunta flagra trabalho escravo em fazenda de café no Sul de Minas

Varginha - Uma força-tarefa resgatou, na última semana, 13 pessoas que se encontravam em situação análoga à de escravo em uma fazenda no município de Machado, no Sul de Minas Gerais. Os trabalhadores foram contratados irregularmente há cerca de dois meses para colheita de café e exerciam a atividade sem qualquer tipo de proteção legal e expostos ao contágio da Covid-19, segundo a procuradora do Trabalho que participou do resgate, Letícia Moura Passos Soares.

Continue Lendo

Imprimir

No Sul de Minas, produtor de café terá que adotar medidas de prevenção da Covid-19 e coibir trabalho escravo

Medidas estão estabelecidas em um TAC celebrado perante o MPT

Varginha - Um produtor de café do município de Delfinópolis, no Sul de Minas Gerais, terá que adotar um conjunto de 27 obrigações para a prevenção da Covid-19, garantir condições de segurança conforto e regularizar e coibir trabalho análogo à escravidão. As medidas estão fixadas em um termo de ajustamento de conduta (TAC) firmado na última quarta-feira, 24, pelo empregador perante o Ministério Público do Trabalho (MPT), após uma força-tarefa de auditores fiscais do Trabalho e do MPT constatar trabalhadores em condições degradantes na propriedade, localizada no distrito de Olhos D´Água da Canastra.

Continue Lendo

Imprimir