Inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho exige mudança cultural

Procuradora do Trabalho defende educação para superar visão capacitista

Brasília (DF) - A inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho é um dever de toda sociedade e, de acordo com a procuradora do Trabalho Danielle Olivares Corrêa, a primeira barreira a ser quebrada é atitudinal. Coordenadora nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades (Coordigualdade) do Ministério Público do Trabalho (MPT), ela participou de audiência pública, na terça-feira (21.5), que debateu a empregabilidade e o mercado de trabalho para as pessoas com deficiência e defendeu a realização de campanhas de sensibilização e educação focadas na promoção de uma mudança cultural e na superação da visão capacitista que ainda perdura na sociedade.

Imprimir

Proprietário de fazenda em Divinópolis/MG se compromete a implantar PGRTR em TAC firmado com o MPT

Divinópolis (MG) – O Proprietário de uma fazenda em Divinópolis/MG firmou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT), a fim de promover adequações no ambiente de trabalho. A partir da assinatura do TAC, o empregador se comprometeu a não admitir ou manter empregado sem registro e anotação na Carteira de Trabalho, além de melhorar as condições de segurança e saúde para prevenir com mais eficiência os acidentes e as doenças do trabalho nas atividades rurais. Todas as medidas devem estar organizadas e registradas em um Programa de Gerenciamento de Riscos no Trabalho Rural (PGRTR).

Imprimir